Renova Energia: Venda do Projeto Umburanas

  • Projeto Umburanas I e II foram vencedores dos leilões LEN A-5 2013 (178 MWm vendidos) e LEN A-5 2014 (48 MWm vendidos), respectivamente. Os dois projetos juntos tem capacidade instalada de 464,4 MW
  • Diante da falta de capacidade de investimento da Renova, esses projetos não foram efetivamente desenvolvidos. Portanto, em Maio de 2017, a Renova participou do MCSD1 A4+ para cancelar 100% da energia vendida no PPA do leilão LEN A-5 2013
  • Em fevereiro/2017, Lakeshore, o assessor financeiro exclusive para a venda de Umburanas, condicionou a um grupo seleto de investidores a participar da negociação para manter a GE como fornecedora exclusiva de turbinas para o projeto. Em Maio/2017, a ENGIE apresentou uma proposta não vinculativa para a aquisição do Projeto e em Novembro/2017, o acordo da venda foi executado com sucesso

Escopo da Lakeshore Partners

  • Venda do Complexo de Energia Eólica Umburanas (“Ativo de Geração" com 464,4 MW e “Potencial Expansão" de 140,6 MW) totalizando 605MW
  • Negociação com a ANEEL para a transferência das obrigações adquiridas pela Renova no LEN A-5 (48 MWm) para a ENGIE
  • Negociação da transferência das obrigações de fornecimento de energia de 4 contratos do Mercado Livre (“ACL”), assinados pela Renova, totalizando 165,2 MWm
  • Acordo entre GE e ENGIE para a exclusividade do fornecimento de Turbinas Eólicas de Geração para Umburanas, em troca da liquidação da dívida entre GE e Renova
  • Acordo com a Seta, EPCista do Projeto Umburanas, para liquidar a sua dívida com a Renova, em troca do direito de combinar novos trabalhos de engenharia